Dia Mundial do Câncer: momento de conhecer melhor e se prevenir


Dia 4 de fevereiro é o Dia Mundial do Câncer, data escolhida para conscientizar as pessoas sobre a importância da prevenção e do diagnóstico da doença.

E certo que o câncer é uma das doenças que mais matam no mundo e, por isso, está entre as mais conhecidas, tanto que o dia 4 de fevereiro é chamado Dia Mundial do Câncer.

Certamente não será difícil para você se lembrar de algum familiar ou amigo que tem ou teve a doença. Segundo dados da OMS, mais de 14 milhões pessoas são diagnosticadas com algum tipo de câncer anualmente no mundo, levando aproximadamente 8 milhões à morte.

As principais autoridades médicas e instituições reforçam a ideia de que é preciso tomar uma atitude urgente para frear a doença, pois a tendência é que, caso continue neste ritmo, serão mais de 26 milhões de novos casos e 17 milhões de mortes por ano até 2030.

Dia Mundial do Câncer

As palavras de ordem são sempre prevenção e diagnóstico precoce. De acordo com Sandro Lana, que é oncologista e diretor do Cetus Oncologia, centro especializado em medicina oncológica, “a grande importância na data do Dia Mundial do Câncer é conscientizar a população de que vários tipos de câncer têm prevenção e podem ser detectados precocemente”.

O especialista destaca também que “quando o câncer é diagnosticado na sua fase inicial, em que está pequeno e localizado, as chances de cura são enormes”, lembrando também que “a prevenção primária consiste em evitar que a doença se desenvolva”, como parar de fumar, por exemplo. “O tabagismo está relacionado em cerca de 30% dos casos de câncer”, afirma.

Caso nãos seja mais possível prevenir, vamos para a segunda opção. “A prevenção secundária baseia-se na detecção precoce”, o que no caso do homem pode ser feito por meio de consultas clínicas e exames específicos para identificar tumores.

Tipos de câncer mais comuns no Brasil

A variedade de tipos de câncer também chama a atenção, pois pode surgir em diferentes partes do corpo. Segundo Sandro Lana, os principais tipos de câncer são o de pele não melanoma, próstata, mama, intestino grosso, colo uterino, estômago, pulmão e de cabeça e pescoço.

Entre os principais desafios enfrentados no tratamento da doença no país, de acordo com o especialista, estão “a aceitação da notícia de uma doença tão grave, nos efeitos colaterais dos tratamentos como quimioterapia e radioterapia e da necessidade de cirurgias que algumas vezes podem ser mutiladoras.

“A melhor conduta ao receber o diagnóstico de câncer é não se desesperar, não escutar boatos de conhecidos que muitas vezes comparam com situações desagradáveis e procurar atendimento médico o quanto antes”, destaca o oncologista, lembrando que somente o médico poderá esclarecer sobre o tratamento e encaminhar para o especialista adequado”.

Avanços no diagnóstico e tratamentos

“Nos últimos anos o diagnóstico do câncer vem aprimorando com técnicas menos invasivas e mais modernas, podendo detectar tumores menores e esclarecendo melhor o tipo correto do câncer”, destaca Sandro Lana. Entre os exemplos estão a imunohistoquímica, que usa perfil genético para diagnosticar um tipo de câncer e o PET-SCAN que examina o corpo inteiro.

Já em relação aos tratamentos, o médico afirma que estão sendo descobertos medicamentos que atuam diretamente no tumor, as chamadas drogas-alvo e anticorpos monoclonais que melhoram a eficácia do tratamento e reduzem as toxicidades.

Lembre-se sempre que o melhor é prevenir e que um médico deve ser consultado imediatamente em caso de suspeita ou qualquer sintoma que possa indicar o desenvolvimento de um câncer.

Dia Mundial do Câncer_ conhecer melhor para se prevenir _ O Masculino1Dia Mundial do Câncer_ conhecer melhor para se prevenir _ O Masculino2

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • Digg
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email